Buscar

Como lidar e prever riscos de acidentes de funcionários?


Cada empresa, em função da sua atividade econômica, tem um grau de riscos de acidentes ao qual são submetidos os seus funcionários.

Esse nível é determinado na NR-4 (norma regulamentadora 4), do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Para saber o enquadramento da sua empresa, basta consultar o documento.

Ter claro quais são os riscos, para saber lidar com eles, é uma tarefa primordial para garantir a prevenção de acidentes do trabalho e evitar os impactos negativos na imagem e nas finanças da empresa, assim como para melhorar a qualidade de vida no trabalho para todos os funcionários.

Quer saber como desempenhar com êxito essa tarefa? Então, siga em frente na leitura!

Conte com assessoria profissional

Contrate um profissional habilitado – Engenheiro ou Técnico de Segurança do Trabalho – ou um serviço de consultoria especializado para assessorar a sua empresa nas ações a serem tomadas para prever riscos de acidentes de funcionários e lidar com quaisquer situações adversas.

Mapeie os riscos de acidentes

Elaborar o mapa das instalações físicas e levantar os possíveis problemas em processos de trabalho da organização é o passo essencial para saber os tipos de riscos existentes e prever todos os cenários possíveis.

Defina medidas de controle dos riscos

Uma vez identificados os riscos, defina as medidas de controle mais adequadas. Opte por uma das seguintes estratégias:

  • Eliminação – alterar o processo de trabalho de forma a eliminar a situação de risco;

  • Redução do risco – diminuir a exposição do trabalhador ao risco ou substituir o agente causador do problema por um menos perigoso;

  • Controle de engenharia – proteger as partes móveis de máquinas e equipamentos ou instalar barreiras de proteção e sistemas de ventilação, por exemplo;

  • Controle administrativo – criar checklists para inspeções de segurança, instalar placas de sinalização ou alertas de riscos, treinar os funcionários em suas tarefas e elaborar normas de segurança e divulgá-las em reuniões são exemplos de controle;

  • EPI – fornecer equipamento de proteção individual para os empregados para minimizar as consequências prováveis dos riscos aos quais estejam expostos.

Conscientize a sua equipe

Conscientizar os funcionários sobre os riscos existentes, os controles adotados e as normas de segurança a serem cumpridas é importante para que todos se protejam adequadamente.

Assim, é possível minimizar as ocorrências de atos inseguros, que são a principal causa de acidentes.

Tenha um plano de ação de emergência

A sua empresa precisa ter um plano de ação de emergência (PAE) para saber como agir caso ocorra um acidente (situação de crise).

Esse documento informa todas as ações para o atendimento ágil aos envolvidos no acidente, indica os serviços de assistência médica de emergência e como contatá-los, aponta as pessoas da equipe interna que devem ser comunicadas e orienta como fazer o registro adequado da ocorrência.

Lidar com riscos de acidentes e agir de modo preventivo são tarefas que abrangem diversas ações e dependem da atitude colaborativa de muitas pessoas.

Por isso, deve-se ter atenção constante e realizar investimentos em recursos e esforços a fim de minimizar a probabilidade de ocorrências de acidentes.


CNPJ: 12.133.247/0001-65

QI 01 Conjunto "B" Lote 02 Loja 01, Cidade Jardins - Valparaíso de Goiás/GO
atendimento@resgatebrasilia.com.br

(61) 4042.9450

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Google+
  • Branca Ícone Instagram