Buscar

Bombeiros Voluntário no Brasil e no Mundo


Bombeiro Voluntário é a pessoa que, embora tenha recebido treinamento de bombeiro, não exerce esta atividade como profissão, fazendo-a sem remuneração por escolha própria.

História

Embora atualmente transcendam a atividade de combate e prevenção de incêndios, atuando também em diversas ações de busca, resgate e salvamento, bem como ações de defesa civil o serviço de bombeiros teve sua origem quando o homem primitivo abandonou as cavernas e passou a formar pequenos núcleos de população, levando consigo o fogo para trazer-lhe segurança, e bem-estar.

Contudo o homem passou também a ter que se prevenir ou realizar ações de emergência, pois às vezes o fogo voltava-se contra ele. Dessa forma, o homem primitivo teve de regular o uso do fogo, inclusive tendo de estabelecer vigilância sobre o povoado enquanto se ausentava para buscar alimentos.Tal serviço de vigilância não era remunerado, nem tampouco ligado a qualquer organização, mas decorria da necessidade de todos, dessa forma, pode-se estabelecer que os primeiros a desempenhar funções de serviço de incêndios foram voluntários.

Com o passar dos anos o serviço foi sendo aperfeiçoado conforme novos incêndios iam acontecendo, até que em 22. a.C um grande incêndio devastou a capital do Império Romano levando o Imperador César Augusto a criar um grupo pessoas que seriam responsáveis pela segurança de Roma, os "vigiles" sendo este considerado o primeiro corpo de bombeiros a ser criado.

No Mundo

Alemanha

A grande maioria dos bombeiros alemães são voluntários. Existem cerca de 1.380.000 bombeiros voluntários em toda Alemanha, em cidades com menos de 80.000 habitantes. Em cidades mais povoadas, a legislação federal e dos Estados exigem que existam contingentes profissionais e permanentes de bombeiros.

Na Alemanha possui um sistema de bombeiros muito complexo, com ramos junto ao Governo Federal, aos governos estaduais e aos municípios. A legislação sobre os serviços de emergência é uma das mais organizadas do mundo.

Não existe cidade na Alemanha que não exista um serviço de bombeiros. O Comando das corporações de bombeiros é municipal, mas existe organismos de coordenação estaduais e federal, que garantem coesão e padronização de procedimentos em todo o Território Alemão.

A organização do serviço de bombeiros em todo o território alemão cabe aos municípios. A esmagadora maioria dos bombeiros alemães são civis e voluntários.

Canada

Segundo a CVFSA existem cerca de 85,000 bombeiros (homens e mulheres) voluntários espalhados em 3.000 volunteer fire departments no Canada. Voluntários são mais comuns em áreas rurais e remotas do pais.

Chile

100% dos bombeiros do Chile são voluntários. Ser bombeiro no Chile é uma mistura de adrenalina e humanidade. Voluntários que abem mão de suas vidas normais para ouvir o som da sirene do caminhão. Todos os 40.000 voluntários Chilenos têm emprego regular ou são estudantes, 4.000 são mulheres. Há também idosos aposentados que ainda combatem incêndios ou ajudam em questões administrativas. Meninos de até 12 anos podem começar a treinar em brigadas mirins para se tornar plenos Bombeiros ao completar 18 anos.

Estados Unidos da América

Nos EUA o serviço de bombeiros é totalmente civil, é basicamente municipal, podendo ser profissional ou voluntário.

Existem até mesmo empresas privadas executando serviços de bombeiros para os municípios. Existem corpos de bombeiros estaduais, mas eles executam somente serviços altamente especializados, tais como combate a incêndios florestais e atendimento a emergências com produtos perigosos.

Voluntários compreendem 70% dos Bombeiros nos Estados Unidos que somam 1.103.300. Do total de 30.125 Estações de Incêndio do país, 20.480 são totalmente voluntárias.

As Comunidades atendidas por Bombeiros Voluntários dependem destes para atender grande variedade de situações de emergência todos os dias, incluindo incêndios, atendimentos médicos de emergência, ataques terroristas, desastres naturais, HAZMAT, salvamentos na água, emergências em alturas e em espaços confinados e os demais serviços próprios de Bombeiros. Os EUA têm uma das taxas mais elevadas de incêndios com morte no mundo industrializado, com 12,4 mortes por milhão de habitantes em 2007.

A cada 24 segundos, um Corpo de Bombeiros Voluntários Americano responde a um incêndio em algum lugar do país.

Contudo, a doutrina e a formação dos bombeiros Norte-Americanos são totalmente estabelecidas e até certo ponto executadas, por um órgão federal, a United States Fire Administration – USFA (Agência Nacional dos Serviços de Bombeiros).

Japão

O Japão possui 3.598 Corpos de Bombeiros Voluntários (em japonês: 消防 団) abrigando 920.000 bombeiros voluntários e 155.000 bombeiros profissionais. O Serviço de Combate a Incêndio do Japão foi fundado em 1629 durante a era Edo, e foi chamado Hikeshi (em japonês:. 火消し).

A estrutura existe no Japão, onde os corpos de bombeiros são civis e departamentais, possuindo organização paramilitar, sendo os contingentes divididos entre profissionais estatais e voluntários.

Contudo, existe uma grande diferença entre as demais estruturas de bombeiros de outros países do mundo, pois os bombeiros profissionais e voluntários fazem parte de uma mesma estrutura organizacional, se reportando muitas das vezes aos mesmos elementos de comando, o que torna o serviço ágil e de muito fácil mobilização.

A nível nacional existe uma coordenação, que congrega e padroniza doutrina de gestão e operacional de socorro.

Portugal

Os Corpos de Bombeiros Voluntários estão espalhados por praticamente todas as cidades e municípios de Portugal, sendo responsáveis pela grande maioria das operações de socorro no país.

Em Portugal mais de 90% dos 30.000 bombeiros portugueses são voluntários. Estima-se que as associações de bombeiros voluntários surgiram em Portugal há 650 anos. A Liga dos Bombeiros Portugueses declarou em 2016 que o orçamento do Estado para bombeiros é insuficiente para manter corpos de bombeiros profissionais e que, com o orçamento atual, não daria para manter sequer dois deles.

Rússia

A Rússia, país de dimensões continentais com clima completo e assolado por constantes desastres naturais como terremotos e incêndios florestais utiliza largamente os Bombeiros Voluntários em apoio as atividades de emergências.

Em seus mais de 37 mil Departamentos de Incêndios, atuam quase um milhão de voluntários.

França

Sabe-se que contingentes do Exército Francês executam o serviço de bombeiros na capital da República Francesa, Paris, e outro contingente, de fuzileiros navais, fazem o mesmo na Cidade de Marselha, na costa francesa do Mar Mediterrâneo. Nas demais localidades daquele país, os bombeiros são em sua esmagadora maioria civis, municipais e voluntários.

Grécia

Na Grécia existem contingentes de bombeiros paramilitares, mas lá também os bombeiros são na sua maioria civis e voluntários.

Itália

Na Itália, os bombeiros por muitos anos foram militares, mas na década de 90 do Século XX foram desmilitarizados. Atualmente, naquele país, os bombeiros são totalmente civis e ligados às comune, o que equivale os municípios no Brasil e coordenados pelo Ministério do Interior Italiano, compondo todos os corpos de bombeiros municipais o Corpo Nacional de Bombeiros.

No Brasil

No Brasil o serviço de bombeiros é exercido em grande maioria das vezes por meio de Corpos de Bombeiros Militares ligados ou não às respectivas polícias militares dos estados ou do Distrito Federal, contudo apenas 14% dos 5.570 municípios tem Corpos de Bombeiros Militares

Santa Catarina

Fundada em 09 de abril de 1994, Associação dos Bombeiros Voluntários no Estado de Santa Catarina. Além dos serviços operacionais, os Bombeiros Voluntários, mantêm importantes projetos de responsabilidade social, onde se destacam os bombeiros mirins, que têm como o objetivo acolher crianças e adolescentes e trabalhar com eles aspectos de responsabilidade e sentimento de solidariedade, cidadania e ajuda ao próximo.

Atualmente são mais 3.500 integrantes, distribuído nas 31 Corporações filiadas, são homens e mulheres que sob regime de voluntariado, devidamente treinados e qualificados, se dedicam com empenho especial, e estão sempre prontos para a prestação de socorro em casos de urgência e emergências.

  • CBV ARABUTÃ

  • CBV ARAQUARI

  • CBV ASCURRA - APIÚNA - RODEIO

  • CBV BALNEÁRIO BARRA DO SUL

  • CBV BALNEÁRIO CAMBORIÚ

  • CBV BARRA VELHA

  • CBV CAÇADOR

  • CBV CAMPO BELO DO SUL

  • CBV CONCÓRDIA

  • CBV CORUPÁ

  • CBV GUARAMIRIM

  • CBV IBIRAMA

  • CBV ILHOTA

  • CBV INDAIAL

  • CBV IPUMIRIM

  • CBV IRANI

  • CBV ITAIÓPOLIS

  • CBV JAGUARUNA

  • CBV JARAGUÁ DO SUL

  • CBV JOINVILLE

  • CBV LINDÓIA DO SUL

  • CBV LONTRAS

  • CBV MASSARANDUBA

  • CBV NAVEGANTES

  • CBV PALHOÇA

  • CBV PENHA

  • CBV POMERODE

  • CBV PRESIDENTE GETÚLIO

  • CBV SÃO FRANCISCO DO SUL

  • CBV SÃO JOÃO DO ITAPERIÚ

  • CBV SCHROEDER

  • CBV TREZE TÍLIAS

  • CBV VITOR MEIRELES

http://www.bombeirosvoluntarios.org/

Corpo de Bombeiros Voluntários de Joinville

É a mais antiga instituição do gênero do País. Desde 1892 presta serviços gratuitos à comunidade no combate a incêndio, atendimento pré-hospitalar, resgate veicular, na montanha, aquático e vertical. É formado por 1.700 pessoas, entre bombeiros mirins, voluntários, efetivos, brigadistas e pessoal de apoio.

http://www.cbvj.com.br/bombeiros-voluntarios-joinville/

Rio Grande do Sul

No Rio Grande do Sul o serviço de bombeiros civis voluntários é regulado pela Voluntersul na qual constam como associadas as associações:

CBV Garibaldi;

​https://www.facebook.com/CBV Garibaldi

Telefone: (54) 3462-1262

Fundação: 11/10/1990

CBV Nova Petrópolis;

https://www.facebook.com/CBV Nova Petrópolis

Telefone: (54) 3281-3313

Fundação: 23/11/1991

CBV São Sebastião do Caí;

https://www.facebook.com/CBV São Sebastião do Caí

Telefone: (51) 3635-1949

Fundação: 01/05/1995

CBV Campinas do Sul;

CBV Cadelaria;

CBV Tapejara

CBV Marau

CBV Sobradinho

https://www.facebook.com/CBVSobradinho

CBV Teutonia

https://www.facebook.com/Corpo-de-Bombeiros-Volunt%C3%A1rios-de-Teut%C3%B4nia-614802688653031/

CBV Rolante

https://www.facebook.com/BombeirosVoluntariosDeRolante/

CBV Carlos Barbosa

https://www.facebook.com/BombeirosCarlosBarbosa/

CBV Tapes

https://www.facebook.com/CBVTAPES/

CBV Serafina Correira

CBV Igrejinha

CBV Charqueadas

CBV IMICOL

https://www.facebook.com/bombeiros.imicol?fref=pb&hc_location=friends_tab

CBV Jacutinga

CBV Paço do Sobrado

CBV São José do Ouro

CBV Picada Café

CBV Arvorezinha

CBV Eldorado do Sul

CBV Harmonia

CBV São José Hortêncio;

CBV Barracão

CBV Agudo

CBV Baqueirão do leão

CBV Salvador do Sul e São Pedro da Serra;

CBV Paraíso do Sul

CBV Faxinal Noturno

CBV Sananduva

CBV Parque Eldaorado

CBV Machadinho

CBV Butiá

CBV Ronda Alta

VOLUNTERSUL

Associação que congrega os Corpo de Bombeiros Voluntários do Estado do Rio Grande do Sul com o objetivo de fortalecer os laços, zelar e incentivar o desenvolvimento de seus membros.

Persegue o modelo adotado em todas as nações desenvolvidas da América do Norte, Europa, Ásia e Oceania, onde as guarnições de voluntários, com apoio dos respectivos governos e intensa participação comunitária, respondem por 90% dos postos de atendimento, fazendo com que, praticamente, a cada 05 km haja uma unidade de Primeira Intervenção e Pronta Resposta.

http://www.voluntersul.com.br/

Em São Paulo

Apesar de São Paulo possuir a melhor legislação de prevenção de incêndios do país e de seus bombeiros estarem constantemente entre os melhores, é um estado com poucas unidades de Bombeiro Civil Profissional ou Voluntário.

Em São Paulo as associações do Sistema GBCV representam a maior parte das unidades oficialmente instaladas para serviço de Bombeiros Civis Voluntários. O sistema foi fundado em 2012 e permanece em atividade nas unidades:

  • CBCV - Osasco - Instituto de Bombeiros Voluntários do Estado de São Paulo

  • GBCV Várzea Paulista;

  • GBCV Campo Limpo paulista;

  • GBCV Baixa Mogiana;

  • GBCV Alta Sorocabana.

Referencias:

  1. VOLUNTERSUL. «Bombeiros Voluntários»

  2. ENBC, Esquadrão Nacional de Bombeiros Civis e Voluntários. «Breve História Sobre os Bombeiros»

  3. EMERGÊNCIA NEWS. «Emergência News entrevista bombeiro chileno»

  4. OBSERVADOR. «Como é ser bombeiro em Portugal»

  5. G1, Fantástico. «Reportagem G1»

  6. VOLUNTERSUL. «Corporações»

  7. GOVERNO DE SÃO PAULO (2015). Lei Complementar 1.257/2015. São Paulo: [s.n.]

  8. GBCV. «Institucional GBCV

Essa pesquisa ainda está em andamento. Se você puder colaborar com informações sobre o seu estado ou região por favor entre em contato conosco.

atendimento@resgatebrasilia.com.br

#Bombeiros #BombeiroVoluntário

CNPJ: 12.133.247/0001-65

QI 01 Conjunto "B" Lote 02 Loja 01, Cidade Jardins - Valparaíso de Goiás/GO
atendimento@resgatebrasilia.com.br

(61) 4042.9450

  • Branco Facebook Ícone
  • Branca Ícone Google+
  • Branca Ícone Instagram